Tenho que confessar que tudo relacionado a Alice e o país das maravilhas me encanta desde a infância e quando entrei na faculdade de psicologia esse interesse e amor aumentou ainda mais.

Nunca tive muita identificação com as princesas da Disney, sempre muito frágeis, lindas e perfeitinha, Alice veio para mudar minha referência de infância e mulher e ter a quem apoiar minhas maluquices e amigos imaginários.

Desde o primeiro livro e suas adaptações aos dois filmes lançados mais recentemente pela Disney os contos de Alice fazem analogia a passagens importantes da vida de maneira deliciosamente lúdica. Os medos, devaneios, sonhos, autoconhecimento, a loucura, surtos, crescimento pessoal, disrupturas, anseios e ansiedade são tratados de maneira tão interessante, leve e obscura que se não olhados com carinho passam quase desapercebidos.

Tem como não amar?

Tem gente que diz que sim, para essas pessoas eu digo: Assiste de novo, que você não assistiu direito. rs

Alice é uma história tão rica que já foi fonte de diversos estudos e várias interpretações, vocês sabiam?

Peço licença para devanear sobre o que é Alice para mim e qual minha visão sobre o País das Maravilhas e mais do que isso, porque essa menina, moça ou mulher foi e é minha primeira Mulherão da Porra!

Em Alice in Wonderland publicado em 4 de julho de 1865 nossa linda personagem ainda é apenas uma criança que cai na toca do coelho e se depara com seres bem peculiares e absurdos e entre tantas outras questões Alice tenta conviver com a angústia de por vezes ser muito grande e por outras tão pequenininha. Alice é uma criança prestes a entrar em um novo período de sua vida, a adolescência, e entre linhas extremamente especiais e lúdicas você pode perceber as procuras, duvidas, medos e descobertas de nossa personagem durante o livro.

Foto: Reprodução/Alice in Wonderland

Já no filme, lançado em 2010 pela Disney e dirigido pelo grandioso Tim Burton, Alice no País das Maravilhas, nossa personagem cresceu e está prestes a ter um casamento arranjado por conveniência entre famílias, Alice novamente segue o coelho, cai em sua toca e retorna ao País da Maravilhas e tem que incansavelmente se lembrar de quem verdadeiramente ela é de verdade. E mais uma vez de maneira fantástica o autoconhecimento, o medo de ir a luta do que deseja, a adaptação a um novo momento de vida é abordado de maneira espetacular nas entre linhas.

Foto: Reprodução/Alice no País das Maravilhas

E por fim temos o ultimo filme lançado mais recentemente, em 2016 o Alice Através do Espelho, onde o tempo seria seu maior vilão e inimigo, sugerindo que talvez não haja mais espaço para Alice ser apenas Alice e buscar todos os seus sonhos, viver da maneira que acredita ser correta, ter coragem e enfrentar as dificuldades que aparecem a sua frente, pois já não há mais tempo em ser quem Alice sempre sonhou em ser.

Foto: Reprodução/Alice Através do Espelho

Especialmente nesse ultimo título, se ainda não viu dou todo apoio para que você assista e se já viu te incentivo a rever, principalmente se está nos trinta e poucos anos e acha que está muito velha para certas atitudes… Estudar, mudar de profissão ou escolher um novo caminho, por exemplo. O filme dá uma bela lição de que o tempo não é nosso inimigo e mais do que isso, ele sempre lhe dará tempo antes de tirar.

Pensei nisso 😉

Aproveita o Fim de Semana que está aí coladinho e faça uma maratona de Alice com outros olhos, tenho certeza que vai se encantar, depois me conta aqui nos comentários o que achou, tá?

Beijos Descomplicados

Redes Sociaiscropped-img_0201.png

Facebook

Instagram

 

 

 

 

Foto de Capa: Creative Commons

Anúncios

3 replies on “Mulherão da Porra: Alice e meu País das Maravilhas!

  1. Nossa, eu nunca tinha visto esse filme com esse olhar, mais profundo e crítico, digamos assim já assisti varias vezes e nunca tinha me dado conta, pretendo rever e analisar melhor o filme. Ameiiii seu texto de verdade, continue assim. Sucesso!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s